O Prêmio CNMP 2019. “Mediação comunitária”, da Promotoria de São Sebastião, levou o primeiro lugar na categoria Profissionalização da Gestão.

0

Dois projetos do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) receberam, nesta quinta-feira, 22 de agosto, o Prêmio CNMP 2019. “Mediação comunitária”, da Promotoria de São Sebastião, levou o primeiro lugar na categoria Profissionalização da Gestão. A iniciativa do Núcleo de Gênero, “Proteção integral à mulher em situação de violência doméstica”, ficou em terceiro lugar na categoria Redução da Criminalidade.

Segundo a procuradora-geral de Justiça do DF e Territórios, Fabiana Costa, a conquista das premiações acontece em reconhecimento ao trabalho e à dedicação dos integrantes do MPDFT em favor da sociedade. “Parabéns a todos os envolvidos nos dois projetos vencedores e nos demais que concorreram à premiação. O resultado atesta a seriedade e a preocupação desta Casa com as questões mais relevantes no fortalecimento da cidadania, na transformação social e na aproximação com a sociedade”, disse.

Para a promotora de Justiça Ana Luíza Osório, gestora do projeto de mediação comunitária, a vitória é resultado do trabalho realizado em conjunto com a população de São Sebastião. “Essas mulheres aqui presentes estão trabalhando para levar uma cultura de paz à cidade”, afirmou.

Campanha CLDF

O promotor de Justiça Thiago Pierobom, responsável pelo projeto de proteção integral à mulher, também destacou a importância do trabalho conjunto. “Quando atuamos em parceria, chegamos mais longe”, disse.

Os vencedores foram anunciados na solenidade de abertura do 10º Congresso Brasileiro de Gestão do Ministério Público. Em cada categoria, três projetos disputaram o primeiro lugar. As nove categorias são: Defesa dos Direitos Fundamentais, Transformação Social, Indução de Políticas Públicas, Redução da Criminalidade, Redução da Corrupção, Unidade e Eficiência da Atuação Institucional e Operacional, Comunicação e Relacionamento, Profissionalização da Gestão e Tecnologia da Informação. Os projetos premiados aparecem detalhados no livro do Prêmio CNMP 2019.

Os vencedores

“Mediação comunitária”
Categoria: Profissionalização da Gestão

O projeto tem o objetivo de estimular a comunidade a desenvolver mecanismos próprios de resolução de conflitos, mediante  diálogo, participação social e efetivação dos direitos humanos por meio de cursos de mediação para a comunidade.

“Proteção integral à mulher em situação de violência doméstica”
Categoria: Redução da Criminalidade

Reúne profissionais do sistema de Justiça das áreas do Direito, da Psicologia e do Serviço Social para oferecer proteção integral às mulheres vítimas de agressão. As cartilhas “Direitos e obrigações dos homens” e “Mulher, valorize-se” são produtos do projeto. O MPDFT também foi pioneiro na criação do modelo de avaliação de risco com representantes da rede de atendimento. O questionário é utilizado para subsidiar a decisão sobre medidas protetivas de urgência. Fonte MPDF.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui