Pacientes da UPA do Recanto das Emas se encantam com dueto de violoncel

0
Apresentação faz parte do projeto Concertos da Saúde 

A música pode despertar sentimentos, emoções, saudades ou esperanças. Pode trazer calma ou euforia, lágrimas ou risos e, mesmo, cura. “Pode vir mais vezes. É maravilhoso”, afirmou o paciente da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Recanto das Emas, Jairo de Souza. Ele está internado há uma semana e acompanhava, encantado, cada nota tocada pelo dueto de violoncelo da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro.







A atividade faz parte do projeto “Concertos da Saúde”, uma iniciativa da orquestra em parceria com as Secretarias de Saúde e da Cultura que, neste ano, está priorizando as UPAs. O objetivo é levar arte e cultura aos pacientes e servidores das unidades de saúde do Distrito Federal.





“É uma renovação para nós, servidores. A gente sente a alegria dos pacientes e também se alegra e acalma com uma música tão linda. Nunca havia visto um violoncelo ao vivo”, conta a servidora Antônia Clea Alves, que acompanhou a execução da maioria das peças musicais.





PEDIDOS – Os músicos Ocelo Mendonça e Gidesmir Alves atenderam aos pedidos de pacientes e servidores, que solicitaram músicas como o tema do filme Titanic (My heart will go on) e o hino do Flamengo. Para Gidesmir, essa é uma oportunidade única de ‘tocar as pessoas’.







“Usamos a música como agente transformador. Tudo flui do sentimento. Do sentimento de quem toca e de quem ouve. A música desperta sensações. Estou muito feliz por contribuir. É uma forma de agradecer aos médicos, enfermeiros e técnicos que dedicam a vida a cuidar da saúde dos outros. Estou grato a Deus e à vida”.





RECONHECIMENTO – Além de reafirmar o quanto estava sendo lindo aquele momento musical na UPA, o paciente Jairo fez questão de destacar o ótimo atendimento que está recebendo e a atenção de todos os servidores da unidade. Também elogiou muito a comida servida e contou que, depois de passar alguns dias sem comer, devido a exames que precisou fazer, agora “está tirando a barriga da miséria”. Segundo ele, “é muito mais fácil ficar aqui com a música e não apenas ficar em uma cama, esperando o tempo passar”.





Os eventos do Concertos da Saúde estão programados para acontecer a cada 15 dias, em locais diferentes, sendo prioridade percorrer as UPAs neste primeiro semestre e, em seguida, as Unidades Básicas de Saúde.



 Josiane Canterle, da Agência Saúde

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui