Operação prende policiais acusados de corrupção e extorsão no RJ

0

O Ministério Público do Rio de Janeiro e o departamento de
inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Estado deflagraram
operação nesta quinta-feira para prender agentes das forças de segurança
acusados de crimes como corrupção, extorsão e organização criminosa,
informou o MP fluminense.

A Justiça expediu 46 mandados de prisão,
sendo 24 contra policias civis e seis para policiais militares, além de
dois para bombeiros e um para um agente penitenciário, como parte da
segunda fase da operação Quarto Elemento. Os demais mandados envolvem
participante do esquema que ajudam policiais ou atuavam como
informantes, de acordo com o MPRJ.

Segundo o Ministério Público fluminense, 27 mandados de prisão foram cumpridos até as 10h30.
Entre
os alvos da operação estão três delegados da Polícia Civil. De acordo
com as investigações, os envolvidos tinham como objetivo localizar
possíveis infratores da lei e seu potencial econômico, e então realizar
batidas policiais contra eles.

“A partir dessa situação, em vez de
seguir a lei, os denunciados exigiam uma quantia em dinheiro para que
os infratores não fossem presos ou tivessem as mercadorias apreendidas e
sofressem os devidos procedimentos legais”, disse o MPRJ em nota.

“Segundo
a denúncia, a organização criminosa fazia graves ameaças e até agredia
fisicamente as vítimas. Em certos casos, o grupo denunciado ainda
desviava para si os objetos apreendidos com os alvos, para posterior
revenda”, acrescentou.

A ação desta quinta-feira é um
desdobramento de operação deflagrada originalmente em setembro do ano
passado para cumprir seis mandados de prisão, quatro deles contra
policiais civis e outros dois contra suspeitos que‎ atuavam como
informantes dos agentes.

(Por Rodrigo Viga Gaier, no Rio de Janeiro)

Campanha CLDF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui