10ª Conferência Regional de Saúde da Região Leste do Distrito Federal abre diálogo com a população sobre os serviços de saúde no DF.

0

No
último sábado, foi realizada a 10ª Conferência Regional de Saúde da Região
Leste do Distrito Federal, composta pelas cidades administrativas do Paranoá,
Itapuã e São Sebastião. O evento aconteceu no Centro de Práticas Sustentáveis
do Jardins Mangueiral e contou com a presença de cerca de 270 pessoas, entre
moradores da região, técnicos da área da Saúde e dos administradores regionais
de São Sebastião, Paranoá  e Itapuã.  Todas as regiões do DF realizaram seus
encontros e o tema de 2019 é “Democracia e saúde: saúde como direito e
consolidação e financiamento do SUS”.  Segundo
os organizadores da Conferência, esse debate com a comunidade é fundamental
para coleta de informações sobre as demandas da população no atendimento de
saúde prestado pelo Governo e a partir daí serão elaboradas propostas de
mudanças necessárias para a melhoria do serviço prestado.

Em
entrevista ao Jornal Mangueiral, a Superintendente da Regional de Saúde Leste, Raquel
Beviláqua Matias da Paz Medeiros Silva
, Gustavo (palestrante), Drª Criste
Berberian e Valdir Cordeiro, da Secretaria de Saúde do DF, falaram sobre a
importância do evento para abrir diálogo com a população sobre os serviços de
saúde, obter informações sobre as demandas dos usuários do SUS, inclusive sobre
o número de pessoas da região que usam o serviço público de saúde. Os temas
discutidos serão levados para a Conferência Distrital de Saúde, que acontecerá
em junho, e para a 16ª Conferência Nacional de Saúde, que acontecerá em
Brasília entre os dias 4 e 7 de agosto deste ano. No debate, o administrador do
Paranoá Sérgio Damasceno propôs a realização do cadastro de todos os moradores da
Região para atualização dos dados na Secretaria de Saúde pois as cidades
cresceram muito, inclusive com bairros novos. Sugeriu ainda que se busque apoio
das faculdades para a realização do cadastro. Na ocasião, alguns moradores da
região Leste também falaram sobre a questão da superlotação dos Hospital do
Paranoá que atende praticamente toda a região Leste e da necessidade da
construção de um Hospital em São Sebastião, uma das causas do grande número de
pessoas que procuram por atendimento no Paranoá.

Veja
abaixo imagens do evento e vídeo da entrevista com representantes da Secretaria
de Saúde do DF e da sociedade civil.


Campanha CLDF

  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui