Secretaria de Saúde lança Portal Sala de Situação

0

Ferramenta inédita, lançada na manhã desta terça-feira (3),
apresenta, de forma aberta, informações estratégicas da Secretaria de
Saúde para diversos formatos, como tabelas, gráficos, mapas, documentos
técnicos ou relatórios estratégicos. O novo Portal Sala de Situação aumenta a transparência ativa de informações em 73%.




“Trata-se de um novo site, que vai trazer uma enorme transparência em
relação aos dados que hoje existem nos sistemas informatizados da
Secretaria de Saúde. Ele permitirá conhecer, de forma muito fácil, as
informações tanto do DF inteiro, quanto dados separados por região e
unidade de saúde”, explicou o secretário de Saúde, Humberto Fonseca, ao
destacar que a criação do portal está alinhada à política de
transparência adotada pela gestão.




O portal conta com vários ambientes de produção de informação sobre
assistência, estrutura e vigilância, entre outros assuntos, tudo
atualizado em tempo real, pois os elementos são extraídos,
automaticamente, dos bancos de dados.




“É possível verificar a localização geográfica das unidades públicas
de atendimento; mapas; prestação de contas em relação ao orçamento;
dados epidemiológicos, como dengue, sífilis, AIDS/HIV; e número de
atendimentos na área hospitalar e ambulatorial”, completou o secretário.




Ele destacou que a ferramenta ajudará pesquisadores, estudantes,
órgãos de controle e população nas análises dos dados e permitirá que
todos tenham um panorama geral da pasta.




Segundo
Humberto Fonseca, ferramenta ajudará pesquisadores, estudantes, órgãos
de controle e população – Foto: Breno Esaki, da Agência Saúde




ENTENDA – A Sala de Situação possui uma estrutura
física, dentro da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, onde as
informações são guardadas em computadores (hardwares), e em um espaço
virtual.




O objetivo do portal é disponibilizar informações visando promover o
conhecimento sobre a situação da saúde, subsidiar a tomada de decisão e
aumentar a transparência da SES.




O portal foi desenvolvido com ferramentas de tecnologia da informação
e comunicação (TIC) livres, facilitando a troca de conhecimento entre
instituições públicas e ampliando, sempre que possível, sua utilização,
alinhada às diretrizes da Infraestrutura Nacional de Dados Abertos
(Inda), da Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (Inde) e da
estratégia internacional para o Governo Aberto (OGP).




Sua viabilização foi possível graças ao convênio firmado entre a
pasta da Saúde e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) de Brasília em 13 de
junho de 2017, fato que também permitiu a estruturação do Complexo
Regulador da rede pública de saúde. Para os dois casos, o valor
estabelecido no convênio foi de R$ 3,4 milhões, provenientes da
Secretaria de Saúde.




Campanha CLDF

Criação do portal está alinhada à política de transparência dessa gestão – Foto: Breno Esaki, da Agência Saúde




ORGANIZAÇÃO – As informações da Sala de Situação
estão organizadas em painéis e mapas sobre os temas: Atenção à Saúde;
Vigilância em Saúde; e Gestão e Financiamento. Cada painel da Sala tem
um link para a biblioteca eletrônica Scielo, que abrange uma coleção de
periódicos científicos brasileiros sobre o tema pesquisado.




Além disso, cada painel tem um “saiba mais”, com esclarecimentos
sobre o assunto, fontes de informação, siglas e abreviações utilizadas.
As informações, sempre que possível, são georrefenciadas.




Para selecionar um determinado conjunto de dados referente a um
período específico, basta “clicar”, no gráfico, na barra correspondente
ao ano desejado. Existem, também, seletores para filtrar determinados
conjuntos de dados. A cada seleção, todos os gráficos, tabelas e mapas
do painel demonstrarão os resultados da escolha. Para excluir a seleção
feita, há, no topo do painel, a identificação dos filtros.

 Ailane Silva, da Agência Saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui