Jair Bolsonaro é o entrevistado do Roda Viva desta segunda-feira

0

O Roda Viva desta segunda-feira (30) entrevista o candidato à
Presidência da República pelo Partido Social Liberal (PSL), Jair
Bolsonaro, que fala sobre seus planos para a presidência, caso venha a
ser eleito. Com apresentação de Ricardo Lessa e desenhos do cartunista
Paulo Caruso, a atração vai ao ar ao vivo, às 22h15, na TV Cultura, no site da emissora, no Facebook, no Twitter, no YouTube,

Nascido
em 1955, em Campinas, Bolsonaro estudou na Escola Preparatória de
Cadetes do Exército. Em 1977, formou-se na Academia Militar das Agulhas
Negras, no Rio de Janeiro. No ano de 1986, Jair liderou um protesto
contra os baixos salários dos militares. Por causa dessa ação, foi preso
e acusado de infringir o regulamento disciplinar do Exército. Em 1988,
foi eleito vereador e atuou na Câmara Municipal do Rio de Janeiro pelo
Partido Democrata Cristão (PDC). Dois anos depois, em 1990, participou
da fundação do Partido Progressista Reformador (PPR).

O deputado
teve dois projetos de sua autoria transformados em lei, em 27 anos de
atividade no Congresso Nacional. Um deles estende o benefício de isenção
do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) para produtos de
informática. Já o outro autoriza o uso da chamada fosfoetanolamina
sintética, a “pílula do câncer”. Desde que chegou ao parlamento, em
1991, apresentou 171 projetos; entre eles, de decreto legislativo, lei
complementar e proposta de emenda à Constituição – as chamadas PECs. Em
2014, Bolsonaro foi reeleito pela 7ª vez como deputado federal.

Na
bancada de entrevistadores estão Sérgio Dávila, editor-executivo do
jornal Folha de S.Paulo; Thaís Oyama, redatora-chefe da revista Veja;
Maria Cristina Fernandes, colunista do jornal Valor Econômico; Leonencio
Nossa, repórter especial do jornal O Estado de S. Paulo; e Bernardo
Mello Franco, colunista do jornal O Globo.



Jair Bolsonaro é o décimo entrevistado do Roda Viva na série de
pré-candidatos à Presidência da República. Já passaram pelo programa
Marina Silva, Guilherme Boulos, João Amoêdo, Ciro Gomes, Alvaro Dias,
Henrique Meirelles, Manuela D’Ávila, Guilherme Afif e Geraldo Alckmin.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui