Começa a segunda etapa da vacinação contra influenza

0
Começou nesta segunda-feira (22) a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza. A partir de agora, as doses serão disponibilizadas nas unidades básicas de saúde ao restante do público-alvo até 31 de maio.







Além das crianças e gestantes, devem se imunizadas as mulheres com até 45 dias após o parto (puérperas), pessoas com 60 anos ou mais de idade, trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, povos indígenas, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras em condições clínicas especiais, bem como os adolescentes e jovens com idade entre 12 e 21 anos em medida socioeducativa, a população privada de liberdade e os servidores do sistema prisional.





“O Ministério da Saúde recomendou, ainda, na última semana, a inclusão de policiais civis, militares e bombeiros da ativa. Com esse público, esperamos aumentar a cobertura em 30 mil doses. Temos vacinas para todos”, assegurou a subsecretária de Vigilância à Saúde, Elaine Morelo.





O Distrito Federal já recebeu, até o momento, 458.550 doses de vacinas. O quantitativo restante será enviado pelo Ministério da Saúde ao longo da campanha, como ocorre todos os anos. A estimativa é de que sejam entregues 841 mil doses no total. As vacinas são produzidas pelo Instituto Butantã.







PREVENÇÃO – Pertencente ao público-alvo, a professora Cristina Pinheiro, 48 anos, marcou presença durante a vacinação na Unidade Básica de Saúde (UBS) 2, da Asa Norte. “Como trabalho com crianças, e ainda sou asmática, já venho logo para evitar a gripe. Desde que a campanha existe eu tomo a vacina”, conta.





Outro que se dispôs a ir à UBS se vacinar foi o aposentado Djalma Costa, 77 anos. “É muito importante estar aqui para se proteger contra a gripe. Em toda campanha eu estou presente, e o atendimento tem sido rápido”, elogiou.





A imunização é uma das medidas mais efetivas para a prevenção da gripe grave e suas complicações. As vacinas utilizadas pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), durante as campanhas, são constituídas por vírus inativados, fracionados e purificados. Portanto, são totalmente seguras e não causam a doença.







SALAS DE VACINA – Estão disponíveis 133 salas de vacina no DF, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. O horário da aplicação é variável, de acordo com o porte de cada unidade. Pessoas acamadas/institucionalizadas, com mais de 60 anos de idade, podem agendar o recebimento da vacina em domicílio pelo telefone 160 (Disque-Saúde).





Já o Dia D de Mobilização Nacional está marcado para 4 de maio. Nesta data, deverão funcionar 111 salas de vacinação no Distrito Federal, das 8h às 17h, ininterruptamente.



 Leandro Cipriano, da Agência Saúde

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui