Cerimônia marca encerramento das atividades no Lixão da Estrutural

0

O Lixão da Estrutural, o maior da América Latina, encerrou as atividades após oito anos da lei federal que proibiu os depósitos de lixo a céu aberto. Em cerimônia no local, o governador Rodrigo Rollemberg trancou com cadeado, simbolicamente, a entrada onde passavam caminhões de lixo. O evento, com cerca de 300 pessoas, ocorreu na manhã deste sábado (20/1) e teve a presença de secretários e de de aliados políticos do chefe do Executivo, como a ex-governadora Maria de Lourdes Abadia (PSDB)

Em meio a cães de rua, moscas e do cheiro forte que perdurava no local, Rollemberg disse que o fechamento do lixão representava um “salto civilizatório para Brasilia”. “Fechamos uma página vergonhosa na história da cidade”, afirmou.

O governador prometeu, ainda, remunerar os catadores que vão atuar nas novas unidades de reciclagem. O governo pretende pagar R$ 300 por tonelada reciclada. Além disso, eles vão receber o valor equivalente à venda do material para a iniciativa privada e mais R$ 360 mensais, pagos durante seis meses.


Rollemberg também prometeu intensificar a fiscalização. “Caminhões flagrados jogando lixo em área pública vão ser apreendidos”, alertou.

No momento em que o lixão foi fechado, um caminhão de lixo soltou balões verde, branco e laranja, cores do Serviço de Limpeza Urbana (SLU). 
fonte correio Brasiliense 

Campanha CLDF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui