Câmara vai dar feriado para deputados na semana que vem

0

Os deputados federais não vão trabalhar na próxima semana por causa do feriado da Proclamação da República, na próxima quarta-feira (15).
A Casa ficará aberta com as funções administrativas funcionando normalmente, mas os parlamentares vão estar de folga. 
Segundo o presidente Rodrigo Maia, convocar sessões para a semana que vem representaria um “esforço desnecessário”. Ele ressaltou que os parlamentares trabalharam dois dias a mais nesta semana, na segunda e na sexta-feira. 
— Eu acho que nós trabalhamos de segunda a sexta, fizemos um esforço importante de segurança pública. O custo para a Câmara dos Deputados convocar na segunda a tarde para que os parlamentares estejam desmobilizados na terça na hora do almoco ou depois do almoço, é um maior do que a gente fez. 
Questionado se o feriado poderia ajudar na articulação sobre a reforma da previdência, Maia lembrou que o relator Arthur Maia (PPS-BA) ainda não finalizou o novo texto. 
— Não sei quando ele [relator] vai apresentar o texto. Acho importante ter o texto e, tendo o texto, cada deputado e deputada pode avaliar se tem condição de votar. 
Senado Federal
R7 entrou em contato com o Senado, que informou que a agenda semanal de sessões é divulgada toda segunda-feira e, por isso, ainda não há confirmação se a Casa dispensará os parlamentares ou não.  
A assessoria de imprensa do líder da maioria Raimundo Lira (PMDB-PB) não soube informar sobre a agenda do Senado na próxima semana.
Já a assessoria do líder da minoria Humberto Costa (PT-PE) declarou que, apesar de ainda não ter a agenda do Senado confirmada, o parlamentar “estará cumprindo agenda externa e não estará no Senado na próxima semana”.
 a assessoria de Romero Jucá (PMDB-RR), líder de governo, declarou que, a princípio, a agenda “vai normalmente até terça-feira (14)”, mas a informação ainda não está confirmada. “Só a partir da próxima semana é que teremos certeza do funcionamento”.
A agenda do vice-líder do governo Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE) também está indefinida para a próxima semana. “Até ontem, [quinta-feira], tinham marcado a agenda normalmente. Mas ainda não temos nada definido. O senador tem sessões na terça (14) e na quinta (17). No entanto, ainda não tem confirmação, apenas está na pauta”, informou a assessoria.
fonte R7