Indicação de Eduardo está definida por minha parte, diz Jair Bolsonaro

0
39

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou nesta 3ª feira (16.jul.2019) que, no que lhe cabe, a indicação de seu filho Eduardo Bolsonaro para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos já estaria definida. Ainda faltaria um longo caminho, contudo: o nome do deputado ainda necessitaria da aprovação do governo norte-americano e do Senado brasileiro.

“Da minha parte está definida. Conversei com ele novamente foi acho que anteontem, há interesse. Sim, a gente fica preocupado, é uma tremenda responsabilidade”, esclarecendo que está preparado para argumentos contrários à indicação desde que não sejam “chulos”.

Ele negou também a existência de nepotismo no caso devido a uma súmula do STF (Supremo Tribunal Federal) que trata do assunto.  Afirmou que se houvesse má intenção na proposta, ele indicaria Eduardo para algum ministério com “dezenas de bilhões de orçamento”.

Segundo Bolsonaro, seu filho 03 está apto e tem interesse na “missão”. A ideia é estreitar laços com a nação comandada por Donald Trump.

“A intenção é nos aproximarmos cada vez mais com o país que tem a economia mais próspera do mundo para que possamos juntos andar de mãos dadas. Ou alguém quer que eu indique meu filho para ser embaixador na Venezuela?”, explicou.

Segundo o presidente, não há desgaste com o Congresso por indicar alguém tão próximo. Disse ainda que, se o Senado não o aprovar, Eduardo poderia continuar como deputado federal. Comentou ainda que, “na ponta do lápis”, o novo posto é até pior para Eduardo em comparação ao mandato na Câmara.

“Esquece desgaste, se a decisão for essa o senado vai sabatiná-lo e vai decidir e ponto final. Se ele não for aprovado ele fica na Câmara”, disse.

Jair Bolsonaro confirmou ainda que conversou com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), mas que não pôde ainda sentir a aceitação do nome de Eduardo na Casa. O filho presidencial será sabatinado pela Comissão de Relações Exteriores.

“Não posso falar agora porque foi uma conversa rápida com ele [Alcolumbre], ele não conversou com parlamentares nesse sentido ainda… Agora, lógico que a gente corre o risco [de não ser aprovado] tudo que você faz você corre o risco de dar certo ou dar errado, nós estamos tentando acertar”, ponderou.

Nesta 2ª feira (15.jul), a presidente da CCJ do Senado e membro da comissão, Simone Tebet (MDB-MS), disse que havia grandes chances do nome ser rejeitado.

A indicação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para ser embaixador em Washington, DC, tem gerado polêmica, virando até piada na internet, quando o próprio congressista falou que já fritou hambúrguer nos EUA. O presidente brincou com a situação mais cedo na manhã e voltou a tocar no assunto: “Eu frito hambúrguer melhor do que ele, talvez por isso eu seja presidente”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui