Taxa de desemprego recua para 12,3% no trimestre encerrado em maio, aponta IBGE

0
66

A taxa de desemprego atingiu a marca de 12,3% no trimestre que se encerra em maio, como mostra a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada na manhã desta sexta-feira, 28, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com os dados, são 13 milhões de brasileiros em busca de emprego.

Comparada com o trimestre anterior, de dezembro de 2018 a fevereiro deste ano, a taxa de desemprego manteve-se estável, recuando apenas 0.1 ponto porcentual. Já na comparação com o mesmo período do último ano (12,7%), houve queda de 0.3 pontos porcentuais.

O resultado da taxa de desemprego reflete a mediana anunciada por analistas do Estadão/Broadcast, que previram taxa de 12,30%, variando entre 12,10% e 12,50%.

No primeiro trimestre de 2019, o IBGE já havia registrado uma alta de 12,7%, o maior valor desde o primeiro trimestre de 2018. O porcentual de brasileiros desempregados vinha sofrendo uma queda ao longo de 2018 e, entre janeiro e março deste ano, atingiu o pico dos últimos 12 meses, com pelo menos 13,4 milhões de brasileiro em busca de emprego.

A renda média real do trabalhador foi de R$ 2.289 no trimestre encerrado em maio. O resultado representa queda de 0,2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A massa de renda real habitual paga aos ocupados somou R$ 207,499 bilhões no trimestre até maio, alta de 2,4% ante igual período do ano anterior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui