Os mistérios no dia de fúria de Ronaldo: Ele pediu para sair? O que ele disse ao ser substituído?

0
11

Cristiano Ronaldo viveu um dia de fúria na vitória da Juventus sobre o Milan. Foi substituído após 55min, com cara de poucos amigos. De acordo com a imprensa italiana, não esperou o jogo acabar e foi embora do Allianz Stadium a três minutos do apito final. Mas dois grandes mistérios rondam a história: ele pediu para sair? E o que ele disse após deixar o gramado?

As câmeras de TV captam um Ronaldo visivelmente irritado ao ver que ia ser substituído por Paulo Dybala. Mordendo os lábios, ele vem trotando até a linha lateral e estica a mão esquerda para cumprimentar o argentino. Já fora de campo, olha em direção ao banco e diz algo. Não dá para saber se o técnico Maurizio Sarri está em seu campo de visão. Ele segue falando em direção ao túnel e se perde nos bastidores do estádio,

Uma outra imagem, trazida por outro diário português, “A Bola”, mostra Ronaldo fazendo cara de dor e colocando a mão no joelho esquerdo, antes de se virar para o banco e pedir a substituição.

“Não há problema com Cristiano, pelo contrário, agradeço a ele porque ele jogou em condições imperfeitas, então o substituí porque ele não estava bem. O importante é que ele se disponibilizou. Se ele ficar com raiva quando sai, isso faz parte do jogo. No último mês, ele também teve um pequeno problema no joelho, e há um mês sente dores nas panturrilhas e nos adutores e não pode treinar muito. Eu ficaria muito mais preocupado se não ficasse bravo. Não é um problema preocupante, é apenas um pequeno problema que o afeta em seu treinamento”, disse Sarri.

Dybala, que entrou em seu lugar, fez o gol da vitória da Juventus sobre o Milan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui